• 51-3714-3214
  • 51-99597-5596
  •       
  • secretaria@gustavoadolfo.com.br

Category ArchiveNotícias

Quando a vida sai dos trilhos.

A locomotiva da nossa vida descarrilou. A pandemia fez um estrago enorme. Não sabemos avaliar ainda o tamanho e a profundidade desse desajuste. Atingiu corpo e alma, nossa integralidade. Vínhamos numa toada, tudo parecia tão normal. Cada um no seu lugar e papel, com seus sonhos e caminhos planejados. De repente tudo mudou. Chegamos a um lugar ao qual não pertencemos. Pelo menos essa é a sensação.

De formas muito variadas e diferentes uma espécie de caos se instalou no cotidiano. As respostas que conseguimos formular são para perguntas de outros tempos. Nem sabemos mais aonde queremos chegar. De certa forma, basta sobreviver. Os caminhos parecem vagos e pouco atrativos. O desespero nos cega. A desesperança nos paralisa. Queremos sair desse lugar o quanto antes. Na pressa, atropelamos pessoas e processos. O que importa é que fiquemos com a cabeça fora da água. Queremos simplesmente fugir dessa sensação de sufoco.

Ninguém quis isso assim. Mas é o que está posto para nós. Não dá pra mudar ou fingir que não aconteceu. O que fazer? Tentar voltar desesperadamente ao normal, para que a nossa vida recupere o seu sentido e volte ao seu velho rumo? Podemos colocar os nossos vagões de volta no trilho e seguir a viagem, como se nada tivesse acontecido? Os mesmos vagões, os mesmos trilhos e o mesmo destino. Quando as coisas desandam em nossa vida, costumamos, por segurança, voltar aos velhos hábitos. Mas, ao que tudo indica, este tempo não voltará mais.

Por outro lado, um tempo fora dos trilhos também é uma oportunidade para encontrarmos novos caminhos para novos destinos. O caos perturbador também oportuniza a descoberta de novos valores. Em meio à tragédia do descarrilamento e das perdas pessoais e coletivas, revelam-se novos horizontes. Quando saímos dos trilhos, podemos descobrir novas trilhas. É preciso ter sensibilidade e disposição para isso. Caso contrário, corremos o risco de nos rendermos para o aqui e agora e perdermos o trem para o amanhã.

Não há receita pronta. Cada pessoa é afetada de determinada maneira e possui os seus recursos. Também é preciso respeitar o tempo de cada uma e suas escolhas. O interesse coletivo, porém, numa pandemia, precisa ter prioridade sobre nossas convicções pessoais. Afinal, a sobrevivência de todos está em jogo.

Alguns ingredientes, no entanto, podem fazer parte de uma receita. Cada pessoa pode fazer a mistura a gosto. Esses ingredientes são de outros tempos de tribulações (Efésios 5.15-20). Quando os dias são maus, procure, primeiro, saber quais são as razões. Não reaja à situação com a pressa da ansiedade, mas com a paciência da sabedoria. Ajude e aceite ajuda de outras pessoas, pois nenhum de nós tem ou conhece todos os recursos. O apoio mútuo é fundamental. Por mais estranho que pareça, cante e escute música. O lúdico acalma e inspira. Por fim, um dos ingredientes que não podem faltar para superar tempos difíceis é a gratidão. Saber dar graças é reconhecer que nossos horizontes de vida se realizam a cada novo dia, a cada novo passo, com as surpresas do caminho.

Pastor Luis Henrique Sievers

Gustavo Adolfo terá parceria com a Univates no Ensino Médio e turmas bilíngues a partir de 2022

O Colégio Sinodal Gustavo Adolfo lança, na manhã desta quarta-feira (01), dois projetos inéditos na região – um deles em parceria com a Universidade do Vale do Taquari (Univates). Autoridades, estudantes de 9º ano e imprensa prestigiam a apresentação das novidades no Teatro Univates. O público em geral acompanha as explanações pelos canais digitais das instituições. A Orquestra Gustavo Adolfo / Univates participa do evento.

Um dos programas a ser lançado é o Projeto Bilíngue que vai vigorar a partir do ano que vem no GA. A proposta é de dois professores simultâneos, em Português e Inglês, para estudantes que ingressarem no Nível III da Educação Infantil e no 1º ano do Ensino Fundamental. Os estudantes terão contato com as duas línguas desde cedo e de forma integral, incentivando o desenvolvimento do segundo idioma com naturalidade.

O Novo Ensino Médio Gustavo Adolfo campus Univates também será apresentado oficialmente nesta manhã. Ele vai além de uma adequação à legislação federal. A proposta é de um Ensino Médio baseado nas necessidades da região, a partir de pesquisas de dois anos desenvolvidas pela expertise de mais de meio século do GA e usando as estruturas da Univates. Um dos destaques a partir da parceria é que os estudantes participarão de disciplinas eletivas de cursos técnicos (1º e 2º anos) e de graduação (3º ano) da instituição.

Saiba mais sobre o Novo Ensino Médio

Nova estrutura e mais autonomia aguardam os estudantes que ingressarem no Ensino Médio em 2022 na Unidade de Ensino Médio Gustavo Adolfo – campus Univates. No prédio 1 da universidade, os discentes poderão usufruir de uma proposta de ensino, baseada no desenvolvimento de múltiplas habilidades, que constitui o Novo Ensino Médio – Gustavo Adolfo campus Univates.

“Teremos autonomia e oportunidade de escolhas, em um projeto inédito que tem como princípios pedagógicos a experimentação, a comunicação, a criação, a conexão e o conhecimento,  além de um diferencial de espaços, de cenário, laboratórios de alto padrão”, comenta o Diretor do GA, Edson Wiethölter.

O Gustavo Adolfo já detém o maior Ensino Médio privado da região, com 160 estudantes matriculados. A parceria com a Univates amplia a questão estrutural e permite a oferta de novas possibilidades.

 

Projeto baseado em pesquisa na comunidade

A comissão idealizadora do projeto do Novo Ensino Médio reúne integrantes das duas instituições. Iniciou os trabalhos há cerca de dois anos. Conforme a comissão, a proposta não é simplesmente uma adequação às Resoluções nº 3 e 4/2018, que atualiza as Diretrizes Nacionais do Novo Ensino Médio e que institui a Base Nacional Comum Curricular na Etapa do Ensino Médio (BNCC-EM), respectivamente. O projeto do GA propõe ir além das mudanças legais, ampliando as possibilidades para os estudantes.

Uma pesquisa realizada com estudantes, docentes, familiares e lideranças regionais apontou dados de expectativas e necessidades que o projeto aborda. “A pesquisa proporcionou uma construção coletiva do projeto do Novo Ensino Médio e não somente algo proposto por nós. Apontou as prioridades na formação do estudante no Ensino Médio”, comenta a coordenadora de 9º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio e da área da Matemática, Rosilene König, integrante da comissão.

A partir da pesquisa realizada com as lideranças regionais, por exemplo, pôde-se conhecer as características esperadas dos profissionais do futuro e as áreas de formação mais promissoras. “Assim obtivemos uma proposta humana e de responsabilidade social”, reitera ela.

O ‘viver’ e o ‘conviver’ foram conceitos encontrados na pesquisa, que dão força para  trabalhar o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, de autoconhecimento e de relação com o mundo. “Os princípios pedagógicos, que definimos a partir da análise dos dados das pesquisas, propõem que os estudantes tenham suas aulas com dinâmicas pensadas nesses aspectos”, explica a coordenadora pedagógica da área de Ciências Humanas do GA, Mara Forneck.

 

Como vai funcionar

O projeto rompe com as disciplinas, e o currículo passa a ser por áreas do conhecimento (Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas e Sociais – e suas tecnologias). Os estudantes do mesmo ano escolar terão, ao mesmo tempo, as mesmas áreas, porém, com professores de diferentes disciplinas que juntos planejam o conteúdo e a dinâmica das aulas. “Um novo jeito de fazer, colocando o estudante no centro do processo, no qual o protagonismo será o cerne, sem perder alguns focos como Enem e vestibulares”, complementa o diretor Edson Wiethölter. Os materiais de apoio serão 100% digitais.

Além da formação geral básica (1.800h), os estudantes terão formações específicas pautadas nos seguintes pilares:

  • Vivências e experiências (1.160h) inclui:
    – Eletivas (280h): participação em disciplinas dos cursos técnicos da Univates para estudantes de 1º e 2º ano/EM e em cursos de graduação para estudantes do 3º ano/EM. São 25 opções de técnicos  e 49 cursos de graduação diretamente interligadas às áreas de conhecimento proporcionadas pelas Trilhas;
    – Projeto de vida (240h): construção da caminhada, focada em autoconhecimento, com suporte de professor em formato EAD síncrono;
    – Estúdio (480h): neste componente curricular, os estudantes serão desafiados, em grupos, a desenvolver estudos orientados pelos docentes, envolvendo diferentes projetos;
    – Estudos avançados (160h): exclusivo para o 3º ano do Ensino Médio, para ampliação de conceitos e habilidades abordando conhecimentos a serem revistos ou aprofundados.
  • Trilhas (640h) – aprofundamento das áreas de saúde (Sanus), engenharias (Faber) e humanidades (Domus). A partir do 2º ano/EM, o estudante vivenciará experiências nas três Trilhas para que, a partir destas, possa escolher a área de sua preferência para o aprofundamento. Para a definição das áreas de conhecimento, levou-se em consideração dados da pesquisa realizada com lideranças regionais.

 

Carga horária

Atualmente, o Ensino Médio no GA conta com 3.300 horas (3.960 períodos). No Novo Ensino Médio, a partir de 2022, a carga horária passará a ser de 3.600 horas, contemplando a Formação Geral Básica (1.800) e a Formação Específica (1.800h).

O horário de início e término das aulas será das 7h45min às 12h15min, com intervalo de 30 minutos, que supõe um espaço para convivência, um dos objetivos da proposta de Novo Ensino Médio na instituição.

Outra mudança diz respeito à adoção de semestre, ou seja, o período letivo será dividido em dois semestres.

 

Andamento do projeto

A comissão do Novo Ensino Médio trabalha, agora, na definição da Arquitetura da Matriz Curricular e na Formação dos Docentes que atuarão neste novo projeto. “Vamos envolver eles ainda mais, pois os docentes são os especialistas no conhecimento”, comenta a coordenadora da área de Linguagens do GA, Deliene Kotz.

Saiba mais sobre o Projeto Bilíngue

O Colégio Sinodal Gustavo Adolfo passará a contar com turmas bilíngues a partir de 2022. Estudantes que ingressarem no Nível III da Educação Infantil (5 anos) e no 1º ano do Ensino Fundamental (6 anos) poderão optar por turmas com dois professores titulares – um deles se comunicará em Língua Inglesa – em formato inédito na região.

Na modalidade bilíngue, estudantes terão a mesma grade curricular – Ciências Naturais e Ciências Humanas, Matemática, Português, Religião (Ética) e Artes  – porém, dois docentes repassarão simultaneamente os conteúdos, nas línguas Portuguesa e Inglesa. O Diretor da Instituição, Edson Wiethölter, comenta que é um projeto que vem para transformar o Vale do Taquari e levar a atual geração a um novo nível de formação. “É a ampliação de um projeto curricular no qual acreditamos. Não se discute mais a importância da Língua Inglesa. Ela precisa habitar o dia a dia do nosso colégio”, explica.

O professor responsável pelo Projeto Bilíngue do GA, Jairo Goetz, complementa que “os professores titulares estarão em total sintonia para que os estudantes consultem ambos os docentes. Vão ter disciplinas com foco maior numa língua, mas a outra estará contribuindo também, para que o estudante vivencie e se habitue aos dois idiomas”.

A proposta que se inicia no último ano da Educação Infantil e 1º ano do Fundamental levará o estudante ao Ensino Médio com a proficiência em nível B1, que é intermediário, no qual a pessoa compreende e consegue reproduzir discursos de assuntos que lhe são familiares.

O Diretor Edson revela que cerca de cinco escolas com modalidade bilíngue foram visitadas no Rio Grande do Sul e em São Paulo na elaboração do projeto, para que se expandisse o olhar sobre essa modalidade de ensino. “Após acolher expertise de todas as escolas, inclinamos pela proposta da escola paulista, que adota a dupla docência. Não temos conhecimento de nenhuma instituição com um projeto assim como o nosso no estado, se valendo da dupla docência, além de estarmos protagonizando essa modalidade de educação no Vale”, explica.

A coordenadora da Área de Linguagens e da Educação Infantil e Anos Iniciais do GA, Deliene Kotz, ressalta a importância de expandir o currículo atual do colégio, baseado na ênfase em língua adicional, para o bilíngue. “A Neurociência nos mostra o quanto que o aprendizado de uma segunda língua contribui para nosso desenvolvimento e que esta aquisição pode iniciar desde muito cedo. A plasticidade cerebral fará com que a criança realize as devidas relações de quando ela usará cada língua. A gente está falando de um mundo de oportunidades que se abre pra essa criança”, comenta.

Resultados projetados

A avaliação da proficiência dos estudantes inicia no 4º ano do Ensino Fundamental, quando os alunos devem atingir o nível A1 da Cambridge English Language Assessment. Até o término do 6º ano do Ensino Fundamental, os estudantes devem chegar ao nível A2 e na conclusão do 9º ano do Ensino Fundamental, espera-se que os discentes atinjam o nível B1. Já no Ensino Médio, a expectativa é de conquistar o B2.

Matrículas

As matrículas para as turmas bilíngues de 2022, para Nível III e 1º ano do Ensino Fundamental, estão abertas na secretaria do colégio. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714 3214.

Contação de histórias faz parte da manhã de sexta-feira no Festival do Livro

A escritora e narradora de histórias, Rosane Castro, voltou a participar do 19º Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo na manhã desta sexta-feira (09). Trouxe histórias, personagens e canções que fizeram os estudantes viajar no mundo da leitura e lembrar de clássicos da literatura. As contações podem ser conferidas pelo YouTube e Facebook do colégio. Sua participação encerrou a primeira semana de lives com convidados no evento.

Na semana que vem, haverá diversas apresentações de estudantes, para público interno da instituição. Além disso, ocorrem duas transmissões ao vivo, abertas à comunidade: live de apresentação e premiação dos stop motions criados por estudantes de 1º ano do Ensino Médio, na quarta-feira (14) e live de apresentação e premiação dos curta metragens produzidos por estudantes do 2º ano do Ensino Médio na quinta (15).

A programação do festival vai até o dia 16 de julho.

 

Rosane Castro traz novas versões de clássicos para as crianças

As versões de Bela Adormecida e Três Porquinhos estavam diferentes na tarde desta quinta-feira (08), no 19º Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo. A escritora e narradora de histórias Rosane Castro trouxe a contação dos dois clássicos de forma adaptada. “Prenda Adormecida”, de R. S. Keller e Pauline Pereira, e “A verdadeira história dos três porquinhos”, de Jon Scieszka foram as obras escolhidas.
De forma lúdica, Rosane prendeu a atenção dos estudantes da Educação Infantil e do público em geral que assistiu à transmissão ao vivo. Seguindo no título do festival “Do clássico ao contemporâneo: o mundo ressignificado”, a autora realiza nova participação no evento nesta sexta-feira (09), com novas versões de histórias clássicas.
As contações desta quinta-feira (8) foram mediadas pela professora do Nível III B, Kelly Flores, e podem ser conferidas nos canais do Facebook e do YouTube da instituição. Amanhã (9), sua participação inicia às 10h e terá transmissão pelas redes sociais. Esta sexta-feira marca o encerramento da primeira semana do 19º Festival do Livro. A programação segue até o dia 16 de julho.

Rosane Cardoso realiza a conexão de clássicos com a atualidade

A doutora em Teorias da Literatura, Rosane Maria Cardoso, abordou a conexão entre clássicos da literatura e a ressignificação deles quando pensados na atualidade. Sua participação no 19º Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo ocorreu na noite desta quarta-feira (7), através de transmissão ao vivo pelos canais da instituição.
As obras “Dom Quixote”, de Miguel de Cervantes, “Os miseráveis”, de Victor Hugo, e “A hora da Estrela”, de Clarice Lispector, foram os principais clássicos comentados pela pesquisadora, já que são lidos pelos estudantes do Ensino Médio. Houve reflexão a respeito de personagens e de repensá-los para os dias de hoje.
Como conselho aos estudantes, Rosane afirmou a importância de insistir na leitura. “Leiam, leiam muito. É o óbvio ululante, mas me parece cada vez mais que a gente destaque isso. (…) Nós ouvimos muitas frases que já se tornaram clichês: ‘ler é prazeroso’, ‘faz viajar’, mas ler também exige esforço muitas vezes. (…) Às vezes é mais fácil fazer outras coisas. Não se pode fechar os olhos para o fato que a leitura exige que a gente busque, se afaste muitas vezes dos outros para ter o momento de leitura, de prazer, aquele momento. E às vezes depois de algum tempo o livro começa a conversar conosco”, comentou ela.
A professora de Literatura, Janine Müller, realizou a mediação da conversa que está disponível no Facebook e no YouTube do colégio.
A programação do Festival do Livro segue nesta quinta-feira (8) com a live de Rosane Castro, realizando contação de histórias. Será às 14h, para estudantes da Educação Infantil e comunidade em geral. A atividade terá transmissão ao vivo via Facebook (https://www.facebook.com/gustavoadolfolajeado/) e YouTube (https://www.youtube.com/ColégioSinodalGustavoAdolfo). A programação do festival segue até 16 de julho.

Thiago Di Luca traz música e brincadeiras ao Festival do Livro

Os estudantes de Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental tiveram mais uma manhã divertida na programação do 19º Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo. O compositor e educador musical Thiago Di Luca realizou a oficina “Faça Música Brincando”, apresentando diferentes canções e formas de brincar com cada uma delas.
Através de coreografias, os estudantes, em sala de aula ou em casa, puderam participar de forma interativa com a live. “Cada música faz com que a gente possa brincar de várias formas diferentes. E eu tenho certeza que vocês conhecem um jeito diferente que eu nem pensei aqui para brincar também!”, comentou Thiago no início da sua participação, deixando os estudantes livres para criar também outras formas de reproduzir o ritmo das músicas.
A apresentação de Thiago Di Luca foi mediada pela professora Claudia Queiroz e está disponível no canal do YouTube e no Facebook da instituição.
A programação do Festival do Livro segue nesta quarta-feira (7) com Sarau Virtual com Rosane Cardoso, às 19h. A atividade terá transmissão ao vivo via Facebook (https://www.facebook.com/gustavoadolfolajeado/) e YouTube (https://www.youtube.com/ColégioSinodalGustavoAdolfo). A programação do festival segue até 16 de julho.

Léia Cassol encanta com a contação de histórias no Festival do Livro

A manhã desta terça-feira (6) foi de diversão e inspiração para os estudantes da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo. A contadora de histórias e escritora Léia Cassol trouxe duas histórias com personagens de clássicos da literatura. A narração ocorreu de forma on-line, em live aberta à comunidade.
A história “Pinóquio, o ajudante do dia” traz o personagem clássico que tem o nariz que cresce ao contar uma mentira para um contexto diferente, com uma mensagem semelhante. Já a história “A casa que o lobo fez” envolve diversos personagens clássicos, como Chapeuzinho Vermelho, Lobo Mau, a Bruxa, Os 3 Porquinhos… para uma mesma história.
Segundo Léia, aquelas histórias que ela ouvia na infância em casa e na escola, juntando aos livros que ela lê, dão origem às suas contações.
As contações foram mediadas pela professora do GA, Renata Silva, e estão disponíveis no canal do YouTube e no Facebook da instituição.
A programação do Festival do Livro segue nesta quarta-feira (7) com atrações abertas ao público: haverá Oficina Musical com Thiago Di Luca, às 10h, e Sarau Virtual com Rosane Cardoso, às 19h. Ambas as atividades terão transmissão ao vivo via Facebook (https://www.facebook.com/gustavoadolfolajeado/) e YouTube (https://www.youtube.com/ColégioSinodalGustavoAdolfo). A programação do festival segue até 16 de julho.

Jeferson Tenório reflete sobre clássicos e literatura

O escritor Jeferson Tenório realizou uma reflexão sobre a importância da leitura dos clássicos na manhã desta terça-feira (6) no 19º Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo. Segundo ele, muitas vezes uma obra clássica não é compreendida em sua época e a atualização dos clássicos literários ocorre de forma natural, independente de seu tempo e público.
“Um clássico nos atinge de forma misteriosa, não há algo muito objetivo. A gente até pode dizer: um clássico é assim por conta destas características, mas tem algo nele que nós não conseguimos apreender e que nos atinge profundamente”, explica ele.
Jeferson também comentou sobre a importância da leitura em sua vida, como um ato político e transgressor. “Antes de ler eu era uma pessoa alienada às questões políticas e sociais”, afirmou.
A conversa com o autor foi mediada pela professora do GA, mestra em Teoria da Literatura, Gilmárcia Picoli e está disponível no canal do YouTube e no Facebook da instituição.
A programação do Festival do Livro segue nesta quarta-feira (7) com atrações abertas ao público: haverá Oficina Musical com Thiago Di Luca, às 10h, e Sarau Virtual com Rosane Cardoso, às 19h. Ambas as atividades terão transmissão ao vivo via Facebook (https://www.facebook.com/gustavoadolfolajeado/) e YouTube (https://www.youtube.com/ColégioSinodalGustavoAdolfo). A programação do festival segue até 16 de julho.

Hique Gomez traz música e reflexão em sua participação no Festival do Livro

 

O escritor, violinista, compositor e comediante Hique Gomez trouxe arte em diversos formatos na noite desta segunda-feira (05) no 19 Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo.O convidado apresentou elementos de sua história e carreira como músico, formas de reinvenção durante a pandemia e sobretudo a importância da arte em sua vida. A conversa foi mediada pelo professor de Artes da instituição, Pablo Capalonga.

Hique apresentou trechos de vídeos da suas experiências no palco, em época de “Tangos e Tragédias” e também das criações que surgiram mais recentemente em sua carreira. Além disso, cantou e emocionou o público que assistia.

Em sua fala, destacou a importância da arte para os estudantes e enalteceu a realização do festival como um incentivo aos alunos e à comunidade escolar em geral.

Programação do Festival

Nesta terça-feira (06) o público pode conferir duas atividades com transmissão ao vivo: Jeferson Tenório que abordará: “Por que ler os clássicos?”; e Léia Cassol com contação de histórias. As atrações ocorrem às 8h30min e às 10h respectivamente. As lives acontecem pelo Facebook (https://www.facebook.com/gustavoadolfolajeado/) e pelo YouTube (https://www.youtube.com/ColégioSinodalGustavoAdolfo).

Festival do Livro pode ser acompanhado a partir desta segunda de forma on-line

O 19º Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo começa nesta segunda-feira (5). A primeira atividade com transmissão ao vivo ao público e que marca a abertura oficial do evento é o Talk Show com o violinista, compositor, escritor e humorista gaúcho Hique Gomez (62). A partir das 18h30min será possível conferir o início do festival e às 19h começa o bate-papo. A conversa será mediada pelo professor de Artes do GA, Pablo Capalonga e ocorre através do YouTube e do Facebook do colégio.

O festival ocorrerá entre 5 e 16 de julho, com atividades on-line para a comunidade em geral. Estudantes acompanharão ações híbridas, que fazem parte da programação, em sala de aula.

O tema do evento é “O mundo em transformação”, dando origem ao título: “Do clássico ao contemporâneo: o mundo ressignificado”.

A escolha de Hique para ser o âncora do evento se deve à relevância do seu trabalho com arte e cultura no RS. Na conversa, ele falará sobre suas obras, sua trajetória e também cantará.

Hique Gomez

Hique Gomez e seu parceiro de cena Nico Nicolaiewsky, falecido em 2014, desfilaram pelos palcos do Rio Grande do Sul e do Brasil por 30 anos com o inesquecível espetáculo “Tangos & Tragédias”. Em 2019, ele lançou o livro “Hique Gomez: para além da Sbornia”.

Programação do Festival do Livro

Todas as atividades abertas à comunidade poderão ser acompanhadas pelo Facebook (https://www.facebook.com/gustavoadolfolajeado/) e pelo YouTube (https://www.youtube.com/ColégioSinodalGustavoAdolfo).

5/07, às 19h – Talk Show com o violinista, compositor, escritor e humorista gaúcho Hique Gomez;
06/07, às 8h30min – Bate-papo: Por que ler os clássicos? A leitura como ato político e transgressor, com Jéferson Tenório;
06/07, às 10h – Contação de história com Léia Cassol;
07/07, às 10h – Apresentação Musical com Thiago Di Luca – Compositor e Educador Musical;
07/07, às 19h – Sarau Virtual com Rosane Cardoso
08/07, às 14h – Contação de história com Rosane Castro;
09/07, às 10h – Contação de história com Rosane Castro;
14/07, às 19h – Live de apresentação dos Stop Motion 1º ano do Ensino Médio;
15/07, às 19h – Live de apresentação dos Curta metragens 2º ano do Ensino Médio.